quarta-feira, fevereiro 11, 2015

Resenha : Como é duro ser diferente


Olá bonecas !!
Hoje eu vou resenhar um livro digamos que eu não indico para vocês rsrs, sim meninas eu lie não achei legal e fiquei indignada com uma coisa que eu vou contar para vocês no decorrer do post, eu só estou resenhando esse livro, porque como eu prometi todo livro que eu ler eu vou resenhar, e eu li esse então vamos lá contar sobre ele.

  Esse livro é da Giselda Laporta Nicolelis eu nunca tinha ouvido falar dela e nunca tinha lido um livro dela, o livro foi publicado pela editora Quinteto Editorial em 2005, então ele já foi publicado a muito tempo.
  O livro tem 108 páginas, dá para ler em um dia, ou dois ou até mesmo três dias, a letra é tamanho médio, e o livro tem algumas ilustrações preto em branco em algumas páginas aleatórias feito pela Andréa Vilela.
  Sinopse: Layla é uma adolescente que se angustia porque se acha diferente dos colegas do colégio. Ela se julga um erro da natureza porque seus pais são muito bonitos. Olhando ao seu redor, porém, Layla percebe que outros jovens também sofrem com brincadeiras cruéis e apelidos pejorativos. Isso leva a garota a refletir sobre o assunto: afinal, o que é ser diferente da maioria ? E por que esse fato gera tanta agressão ? O nome disso é bullying  ( 'bully', tiranizar, ameaçar, maltratar) e, infelizmente, acontece nas escolas do mundo inteiro, gerando ás vezes consequências seriíssimas para suas vítimas. Faça de conta que Layla é a diretora de um filme com personagens incríveis. Depois desta história instigante- pode crer! - você verá a si próprio e aos outros com olhos bem diferentes !

 Digamos que a sinopse é meio mentirosa, lendo ela dá até um ponto de curiosidade, mais é assim começa coma historia da menina que sente diferente aí ela começa a perceber as pessoas diferentes da escola dela, aí depois de um tempo os pais dela termina e ela foge para a casa da Vó dela.
  Aí ela começa a gostar de um menino, que ela conseguiu se aproximar por causa da separação dos pais dela, e esse menino estava passando por uma coisa parecida e eles começam a falar disso e vão virando amigos. 
  Aí ela para ficar mais intima do menino vendo que ele gosta muito de robôs, e essas coisas, manda uma mensagem para o menino fingindo ser uma robô, e ela consegue o menino acredita direitinho, até que o menino decide conhecer essa robô, e aí a Layla conta para as amigas dela, o que ela fez e tudo, ai as amigas dela escolhem a roupa dela a maquiagem para ela ir, e aí o livro ACABA.
 Como assim o livro acaba, na hora que ia ter o encontro entre eles, tipo eu queria saber o que ia acontecer, qual seria a reação do menino, e aí o livro acaba, poxa se ela não queria escrever um livro, não escrevia, fiquei indignada ela parar assim.
  Achei que ia ter continuação mais não tem, tipo acabou ali, não interessa não tem mais história, na hora que eu terminei de ler e vi que não tinha continuação deu vontade de pegar e tacar fogo no livro sério, não indico a ninguém ler ele, porque se não vai ficar indignada com o livro como eu fiquei.

Minha nota : 

Projeto 52x5 : Os super poderes que eu gostaria de ter se fosse uma super-herói seria :

- Voar
- Mover as coisas
- Ler a mente da pessoa e saber sobre o que ela ta pensando
- Saber quanto alguém está mentindo
- Arrumar as coisas rapidamente



É isso rsrs desabafei com vocês a minha opinião sobre o livro, comentem ai embaixo o que acharam da resenha, beijos.




6 comentários:

  1. Eita! Detesto livro que acaba assim, e me deixa cheia de dúvidas..
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre li livros que acabavam direitinho, foi só esse que me deixou assim rsrs, beijão.

      Excluir
  2. Eu entendi o lado da autora. Ela não quis que o encontro fosse um foco narrativa, e sim um motivo para Layla ser corajosa. O livro em si fala dos problemas que muitos enfrentam e acham que é o fim do mundo. Além de abrir os olhos dos adolescentes,cujo ninguém é perfeito, e você tem que si aceitar com seu problemas.

    Não é criticando, mas quando for ler um livro, tente perceber a essência primeiro, depois resenhar.
    Bjss

    ResponderExcluir
  3. Como você pode perceber na sinopse, o livro não fala de um romance ou algo do tipo, o livro fala mais sobre o desrespeito às diferenças e, consequentemente, do bullying. A autora retrata a angústia dos adolescentes por se acharem "diferentes" do que eles acreditam ser o "padrão imposto pela sociedade" e ela tenta mostrar que ninguém é perfeito e todos tem suas diferenças, seus gostos diferentes e que temos que respeitar as pessoas como elas são, independente delas serem diferentes de você.
    Enfim, antes de você comentar sobre qualquer livro, tente entender a mensagem que ele passa para as pessoas, a essência dele.

    ResponderExcluir